Ir para a Home
Quarta-Feira, 17 de Agosto de 2022

Caiado quer cobrar de presos o custo das tornozeleiras eletrônicas



Caiado quer cobrar de presos o custo das tornozeleiras eletrônicas

 

 

  

PROPOSTA - O Governo de Goiás enviou à Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) um projeto de lei que prevê cobrar o uso do equipamento de monitoramento eletrônico dos detentos do sistema penitenciário goiano. A medida proposta tem o objetivo de reduzir os custos e possibilitará a ampliação de novos aparelhos de monitoração.

 

O equipamento que é disponibilizado ao detento possui o valor de R$245 por mês, e para atender a demanda total do estado, são necessárias 10 mil novas tornozeleiras. "O Estado gasta uma fábula de dinheiro para manter essas pessoas encarceradas. Bandido já deu prejuízo demais à população”, argumenta governador Ronaldo Caiado

 

Caiado explica que há casos em que o custo de manutenção dos detentos chega a ser maior que o valor investido em um educador. “É inadmissível que essa responsabilidade fique nos ombros da população goiana”, frisa.

 

O projeto de lei foi elaborado em conjunto com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-GO), por meio da Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP), e da Secretaria de Estado da Casa Civil. 

 

Fonte: Secretaria de Estado da Segurança Pública – Governo de Goiás




NOTÍCIAS RELACIONADAS

POLÍCIA Peixe símbolo de pescarias, pintado entra para lista de animais ameaçados de extinção no Brasil Inclusão da espécie é questionada pelo governo de Mato Grosso do Sul, destino popular entre pescadores
POLÍCIA Em Itapaci, empresário é preso suspeito de manter relações sexuais com criança de 11 anos SUSPEITO - Nesta terça-feira (17), a Policia Civil (PCGO) por meio da Delegacia de Policia de Itapaci, cumpriu mandado de prisão preventiva em desfavor de empresário do ramo de motéis na cidade de Itapaci pelo crime tipificado no artigo 217-A do CPB.
POLÍCIA Duas pessoas são presas após furto de mais de 1 tonelada de queijo no Assentamento Santa Marta, em Mundo Novo CRIME - A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Nova Crixás, e com o apoio da Regional de Ceres, deflagrou, na terça-feira (26), a Operação Salmoura, com o objetivo de cumprir mandado de prisão temporária e mandados de busca e apreensão domicil
EDIÇÃO IMPRESSA
COLUNISTAS E ARTICULISTAS


EXPEDIENTE
(62) 98310-3817 Redação
(62)99819-1345 Colunas
contato@imprensadocerrado.com.br

Praça Inácio José Campos Qd. 15-S - Centro.
CEP: 76.510-000 - Crixás - Goiás