Ir para a Home
Quinta-Feira, 18 de Julho de 2024

Prefeitura de Crixás e Empresa contratada para realizar Concurso Público estão na Mira do Ministério Público



Prefeitura de Crixás e Empresa contratada para realizar Concurso Público estão na Mira do Ministério Público

 

 

SUSPEITA - O concurso público realizado pela Prefeitura de Crixás neste último domingo (12/05) está sob intensa controvérsia devido a uma série de irregularidades que comprometem gravemente sua integridade. Entre as questões mais preocupantes estão a aplicação das provas em horários distintos para os concorrentes, a presença flagrante de candidatos utilizando dispositivos eletrônicos durante o exame e a falta de fiscalização por parte da empresa responsável. Além disso, relatos indicam a existência de provas com respostas marcadas para favorecer indivíduos com supostas indicações políticas.

 

A situação caótica durante o processo seletivo se intensificou com a falta de monitores para aplicação das provas, corroborando com a imagem de desorganização e desleixo por parte dos responsáveis. Em alguns locais, como o Colégio Estadual João Xavier de Ferreira, os problemas começaram com a abertura tardia dos portões do local de prova, culminando na aplicação das avaliações em horários discrepantes para diferentes grupos de candidatos.

 

Diante dessas denúncias alarmantes, participantes indignados se mobilizaram e fizeram uma denúncia formal contra a prefeitura e a empresa responsável pela organização do concurso no Ministério Público . 

 

A PROCONSULT CONSULTORIA E CONCURSOS LTDA-ME, que organizou o certame, está sendo duramente questionada, especialmente à luz de sua reputação questionável. A empresa, conhecida em Goiás, enfrentou problemas semelhantes no passado, inclusive com investigações do Ministério Público por fraudes em concursos anteriores. Um caso emblemático ocorreu em 2008 no município de Campos Verdes, onde várias fraudes foram descobertas, incluindo a manipulação das respostas de uma candidata que sequer sabia ler e escrever.

 

Se as denúncias forem comprovadas, o prefeito Carlos Seixo e seu vice Tiago Dietz podem enfrentar sérias consequências legais por envolvimento em uma fraude que visava beneficiar determinados candidatos. O clamor por justiça é crescente, alimentado pela indignação dos participantes que viram seus esforços legítimos sendo minados por práticas desonestas e incompetência institucional.




NOTÍCIAS RELACIONADAS

POLÍCIA Operação Divisa Blindada Reforça Segurança em Crixás e Região SEGURANÇA - No último dia 02 de maio, a Polícia Militar do Estado de Goiás iniciou a Operação Divisa Blindada, um esforço estratégico para fortalecer a segurança em áreas críticas, especialmente em Crixás e arredores.
POLÍCIA Operação Policial Desvenda Esquema de Clonagem e Adulteração de Veículos em Santa Terezinha A equipe PM do 10°CRPM/44°BPM/4ªCDPM de Santa Terezinha, composta pelos bravos SD Peixoto e SD Xavier, em parceria com a Polícia Civil, desvendou um intricado esquema de furto e clonagem de veículos na região.
POLÍCIA Polícia prende agressor em flagrante por violência doméstica em Crixás A Polícia Civil do Estado de Goiás, em uma ação coordenada pela equipe da Delegacia de Polícia de Crixás, Subdelegacia Uirapuru, em colaboração com membros da 10ª DRP - Ceres, realizou a prisão em flagrante de um indivíduo por lesão corporal em contexto d
EDIÇÃO IMPRESSA
COLUNISTAS E ARTICULISTAS


EXPEDIENTE
(62) 98310-3817 Redação
(62)99819-1345 Colunas
contato@imprensadocerrado.com.br

Praça Inácio José Campos Qd. 15-S - Centro.
CEP: 76.510-000 - Crixás - Goiás